Entre em contato através do nosso WhatsApp.
Contato Via

14 dicas para montar a sua área de lazer pequena

Publicado em 04 de maio de 2024

Entenda como otimizar o espaço e conquistar uma área de lazer pequena, bonita e funcional. Confira ideias para não errar na reforma ou construção

eixar uma área de lazer pequena, bonita e funcional é um desafio que pode se transformar em uma expressão de criatividade.

Seja na varanda descoberta, no terraço tipo laje ou em qualquer cantinho externo, otimizar o espaço é a chave para criar um refúgio aconchegante.

No entanto, há outras dicas que podem tornar a área de lazer pequena mais interessante. Tudo vai depender das suas preferências e do estilo que quer seguir.

Para você entender melhor, reunimos algumas ideias na sequência. É só continuar a leitura!

Como projetar uma área de lazer pequena

Áreas de lazer pequenas englobam desde varandas até terraços. Portanto, estamos nos referindo a espaços ao ar livre que podem ser aproveitados para momentos de relaxamento e convívio.

Embora não tenha uma metragem muito grande disponível, você pode ter um ambiente belo e útil, seguindo as dicas que apresentamos a seguir.

1. Prefira revestimentos que ampliem visualmente o espaço

Para começar, nada melhor do que os revestimentos. Afinal, eles funcionam como uma espécie de base para todo o ambiente.

No caso de uma área de lazer pequena, escolha produtos que proporcionem sensação de amplitude. Pisos claros e materiais reflexivos são boas opções para aproveitar cada centímetro.

2. Integre ambientes

Quando você tem pouco espaço à disposição, a principal dica é otimizar, concorda? Então, que tal fazer a integração dos ambientes interno e externo?

Projetos in and out são ótimos para dar sensação de amplitude. Além disso, eles incentivam a interação entre as pessoas que estão dentro e fora de casa.

Uma dica é utilizar o mesmo revestimento nos dois ambientes. Ao proporcionar a impressão de continuidade, você consegue fazer com que os espaços pareçam visualmente maiores.

Entretanto, fique de olho em um detalhe importante: o acabamento do produto. Em áreas internas, é possível usar mais opções, incluindo o polido, que tem superfície brilhante.

Por outro lado, em ambientes externos, o recomendado é utilizar revestimentos que ajudem a evitar deslizamentos.

Se for um espaço coberto, como uma varanda, o acabamento natural já é suficiente. Porém, se a área de lazer for aberta, você precisa optar pelo EXT.

Fabricantes como a Portobello já oferecem o mesmo revestimento com acabamentos diferentes, o que ajuda a manter essa continuidade entre os ambientes.

Inclusive, a marca lançou o acabamento TACT, que pode ser utilizado tanto dentro quanto fora de casa. Vale a pena considerar!

3. Planeje a iluminação da área de lazer pequena

Muitas vezes, o projeto de iluminação é negligenciado em reformas e construções. No entanto, ele pode fazer toda a diferença nos espaços, sobretudo quando falamos de uma área de lazer pequena.

Invista em luzes direcionadas e pontos focais para criar uma atmosfera convidativa durante a noite, tornando o ambiente utilizável mesmo após o pôr do sol.

Isso é possível por meio de iluminação embutida no teto ou nas paredes. Assim, você evita ocupar espaço com luminárias.

4. Selecione cores claras para dar amplitude

Escolha cores claras para paredes e móveis. Tons como branco, bege e cinza-claro ajudam a dar a sensação de amplitude à área de lazer pequena.

Contudo, nada impede de usar outras tonalidades para compor a decoração do espaço. Ao escolher um revestimento amadeirado, por exemplo, uma dica é dar preferência à reprodução de madeira clara.

Nessa linha, se você optar por instalar uma piscina, prefira também os revestimentos claros e brilhantes para o interior do tanque. Isso porque o material reflete a luz e cria a ilusão de amplitude.

5. Escolha o tipo de cobertura

Utilize pergolados, toldos retráteis ou até mesmo ombrelones para proteger a área externa da ação do tempo ou proporcionar um charme extra a ela.

6. Adote móveis funcionais para otimizar o espaço

Opte por móveis dobráveis, empilháveis ou modulares, adaptando-se às dimensões do ambiente e permitindo diferentes arranjos conforme a necessidade.

É possível encontrar mesas, cadeiras e espreguiçadeiras assim. Quando não estiverem em uso, você pode dobrar ou empilhar, liberando área.

Esse tipo de móvel ainda é capaz de servir para mais de um propósito. Por exemplo, bancos com espaços de armazenamento interno. Dessa forma, dá para eliminar o excesso de mobiliário e objetos.

Outro ponto para ficar de olho é o material desses móveis. Para garantir uma boa durabilidade, invista em peças de alumínio, além de fibras sintéticas e tecidos impermeáveis.

7. Invista em armários embutidos

Outra dica relacionada aos móveis para uma área de lazer pequena é investir naqueles que possam ser embutidos.

Afinal, eles ocupam menos espaço e permitem manter o local organizado, uma vez que dá para guardar itens como utensílios de churrasco ou acessórios de piscina.

8. Considere os móveis suspensos

Dê preferência a móveis suspensos, como balcões ou prateleiras, para manter o piso livre e criar uma sensação de leveza. Isso também é interessante porque facilita a limpeza.

Pensando no conforto, uma dica é instalar balanços e redes de descanso, que dão um charme, mas sem ocupar muito espaço.

9. Aposte no paisagismo

Adorne a área de lazer com plantas de pequeno porte, que podem aparecer em vasos no piso, suspensas ou, até mesmo, sobre os móveis.

Considere ainda um jardim vertical, trazendo frescor e vida ao ambiente. Essa opção é interessante porque não ocupa espaço. Portanto, é ideal para varandas e terraços, por exemplo.

10. Componha a decoração com objetos bonitos e funcionais

Escolha objetos que agreguem personalidade e aconchego, como lanternas, tapetes, almofadas e esculturas, transformando a área de lazer em um reflexo do seu estilo.

Outra estratégia nessa linha é incorporar espelhos, de modo a refletir a luz e criar a ilusão de um espaço maior.

11. Decore com cortinas leves

Principalmente quando falamos de ambientes in and out, é interessante optar por cortinas leves e translúcidas.

Basicamente, elas permitem a passagem de luz, proporcionando privacidade, mas sem sacrificar a luminosidade.

Aliás, a iluminação natural pode ajudar a deixar o espaço visualmente mais amplo, além de gerar sensação de bem-estar.

Cortinas também são bem-vindas em varandas fechadas com vidro e pergolados ao melhor estilo SPA ou resort.

12. Tenha um espaço gourmet na área de lazer

área de churrasqueira tende a ser uma das mais usadas, quando pensamos em espaços voltados para a diversão e o relaxamento.

Ainda que você tenha pouca metragem à disposição, é possível ter uma área de lazer pequena e funcional.

Nesse sentido, algumas medidas ajudam a aproveitar melhor cada centímetro, como é o caso dos formatos em “L” ou “U”.

Uma bancada de cozinha americana ainda integra os espaços, otimizando ao permitir a inclusão de armários, prateleiras e, claro, bancos e banquetas para refeições rápidas.

Além disso, se você for amante de um bom churrasco, escolha churrasqueiras compactas, integrando a gastronomia ao ambiente.

13. Instale piscina, hidromassagem ou ofurô para relaxar

Quando pensamos em área de lazer, um dos itens que costuma vir logo à cabeça é a piscina. E, ainda que haja pouco espaço, é possível aproveitar com a ajuda de alguns artifícios.

piscina encostada no muro, por exemplo, otimiza a área de lazer pequena. Outra ideia é o modelo redondo, que pode aparecer sobre um deck.

Aliás, para ter um espaço realmente prático, prefira o porcelanato que reproduz madeira, evitando manutenções frequentes do material natural.

Vale mencionar ainda outras opções, como banheiras de hidromassagem e ofurôs. Essas são alternativas mais compactas, ideais para quem quer aproveitar melhor a metragem disponível.

Ter uma sauna também pode ser interessante. Dá para construir uma ou comprar um modelo pronto, que é compacto e proporciona momentos de descanso para você, a sua família e os seus convidados.

14. Complete com cascata e chuveiro

Nem sempre é possível incluir uma piscina ou banheira no projeto. Principalmente no caso de apartamentos e terraços, pode ser que o prédio não conte com a estrutura necessária para a instalação.

No entanto, há outras alternativas a se considerar para se refrescar nos dias quentes, sem ocupar tanto espaço na área de lazer pequena.

Estamos falando de opções como cascatas e chuveiros. Verticais, eles podem ficar em um cantinho aconchegante, com plantas e, até mesmo, um local para se sentar e aproveitar.

Em resumo, criar uma área de lazer pequena é um convite à inovação e à otimização. Com escolhas inteligentes e soluções multifuncionais, é possível transformar até os espaços mais modestos em oásis de conforto e beleza.

Fonte: blog.archtrends.com.