Entre em contato através do nosso WhatsApp.
Contato Via

Reforma de casa: veja o passo a passo completo e entregue uma obra sem sufoco!

Publicado em 25 de maio de 2023

Reforma de casa é um assunto que desperta os sonhos e, ao mesmo tempo, causa pesadelos nas pessoas, não é mesmo?

Além do investimento financeiro do cliente, existe também toda a expectativa e ansiedade para ver a obra pronta.

Durante a reforma de casa, o papel do arquiteto é criar um projeto que atenda todas as necessidades do morador, garantir a escolha dos materiais certos e gerenciar a mão de obra para que o projeto seja executado corretamente.

Mas é claro que toda obra tem seus perrengues, e aí entra aquele jogo de cintura para resolver.

Para te ajudar a evitar erros e lidar com imprevistos, no post de hoje trouxemos o passo a passo de uma reforma de casa, dicas essenciais e 6 exemplos inspiradores de antes x depois.

Boa leitura!

Quais são os tipos de reformas de casas?

Cada reforma de casa é única, mas observando as características gerais podemos dividi-las basicamente em 3 grupos. Elas podem ser executadas separadamente ou ao mesmo tempo, confira quais são:

Layout do imóvel 

Quando falamos de reforma de casas, esse é um dos tipos mais comuns. Trata-se das mudanças para melhorar o aproveitamento do ambiente, seja integrando espaços, incluindo novos móveis ou trocando a iluminação.

Troca de piso e revestimento

A simples troca dos pisos e revestimentos consegue dar uma nova cara ao ambiente. Além disso, essa mudança também pode deixar o espaço mais prático e seguro.

Esse tipo de reforma de casa costuma ser bastante trabalhoso, pois exige a escolha de novos materiais e deixa o ambiente inutilizável durante alguns dias. Mas o resultado vale a pena!

Solução de problemas estruturais

Nesse tipo de reforma de casas, a ideia é solucionar problemas relacionados à danos estruturais nas paredes, vazamentos, problemas no telhado e melhorias na rede elétrica e hidráulica.

Reforma de Casas: passo a passo completo

  1. Faça um briefing detalhado
  2. Escolha os materiais
  3. Crie o orçamento da obra
  4. Vá em busca das autorizações necessárias
  5. Escolha mão de obra confiável
  6. Mantenha o cronograma de obra

1- Faça um briefing detalhado

O primeiro passo de uma reforma de casa é criar o programa de necessidades, que nada mais é do que o briefing de arquitetura.

Nesse momento, o arquiteto precisa fazer as perguntas certas para identificar quais as mudanças que vão atender as necessidades do cliente.

A rotina dos moradores, os planos futuros para a casa e a expectativa de orçamento são algumas das informações essenciais para início da reforma de casa.

Muitas vezes, nem o próprio cliente sabe muito bem o que esperar da reforma de casa, por isso é importante fazer perguntas abertas e pedir referências para chegar ao melhor projeto.

2- Escolha os materiais

A escolha dos materiais para a reforma de casa vai depender das necessidades do cliente, dos objetivos do projeto e, principalmente, do orçamento disponível.

Projetos de reforma de casa com o orçamento apertado são desafiadores e, ao mesmo tempo, prazerosos, já que exigem bastante criatividade do arquiteto.

Uma dica para uma reforma de casa econômica é reaproveitar o máximo possível os materiais que já estavam no ambiente.

No caso de torneiras e cubas de banheiro ou cozinha, por exemplo, uma boa limpeza e pintura dão uma cara nova aos objetos.

3- Crie o orçamento da obra

Esse é um dos momentos da reforma de casa que gera mais dor de cabeça para o morador, não é mesmo? Por isso, é essencial que o arquiteto tenha jogo de cintura para tranquilizá-lo.

Para manter o orçamento sob controle e passar uma estimativa de valor para o cliente, crie uma planilha orçamentária com a soma de todos os gastos.

Esse documento também é importante para que o arquiteto calcule a sua margem de lucro com o projeto.

Na planilha de reforma de casa deve conter os gastos com mão de obra, revestimentos, louças, metais e outros materiais e objetos.

Também é importante incluir os gastos com transporte (caso o arquiteto visite a obra) e eventuais pagamentos de impostos e taxas.

4- Vá em busca das autorizações necessárias

Reformas de apartamentos exige uma atenção especial do arquiteto. De acordo com a norma ABNT NBR 16.280 (Reforma em edificações – Sistema de Gestão de Reformas), todas as reformas feitas em apartamentos devem ser comunicadas ao síndico.

O arquiteto deve apresentar o plano de reforma e o RRT (Registro de Responsabilidade Técnica) assinado. O síndico vai fazer toda a fiscalização referente à segurança, barulho causado pela obra, descarte de entulho, entre outras questões da reforma de casa.

5- Escolha mão de obra confiável

O sucesso da reforma de casa está diretamente ligado à qualidade da mão de obra.

Por isso, escolher o orçamento mais barato pode ser um tiro no pé, já que um trabalho mal feito na reforma de casa pode prejudicar sua credibilidade.

Para escolher bons prestadores de serviço, o arquiteto precisa estar atento ao portfólio da empresa, o tempo de mercado, as condições de pagamento e o comprometimento com os prazos.

Investir um tempo na pesquisa dessas informações pode evitar muita dor de cabeça na reforma de casa.

6- Mantenha o cronograma de obra

Não adianta: toda reforma de casas tem atrasos na entrega, afinal imprevistos acontecem.

Mas após definir as atividades e datas de entrega da reforma de casa, o arquiteto deve ficar atento ao andamento da obra para evitar que os atrasos saiam do controle.

Nessa etapa da reforma de casa, também é comum que os clientes fiquem estressados com a demora para a finalização da obra.

Na maioria dos casos, não há muito o que fazer para adiantar o processo, a não ser ter muita paciência para lidar com a situação.

Reformas de Casas: 6 dicas essenciais para arquitetos

  1. Supervisione o trabalho dos prestadores de serviço para evitar erros na execução da reforma de casa
  2. Estabeleça regras para os prestadores de serviço, como os horários de entrada e saída, os limites de circulação pelos ambientes íntimos da casa nos horários de descanso
  3. Nunca receba entrega de materiais sem conferir se está tudo correto
  4. Coloque uma margem no orçamento e no prazo de entrega da reforma de casa (afinal, sempre há imprevistos)
  5. Caso o orçamento esteja apertado, reutilize materiais que já estavam no ambiente e dê uma cara nova a eles
  6. Sonhar com reforma de casa é especial para o cliente, por isso tenha empatia e paciência para ajudá-lo a realizar esse sonho

 

Fonte: vivadecora.com.br